Palop News, Noticias em Portugues no Reino Unido

  • Aumentar fonte
  • Tamanho normal
  • Diminuir fonte
Home Notícias gerais Notícias gerais Direito de resposta Edição 53 dezembro 2017 / Palopnews

Direito de resposta Edição 53 dezembro 2017 / Palopnews

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
Subject: Direito de resposta Edição 53 dezembro 2017 / Palopnews

Direito de resposta Edição 53 dezembro 2017 / Palopnews

Os aspectos contraditórios e incongruentes dos fatos foram ignorados pela reportagem, prejudicando a defesa da empresa 7 Consultores a impossibilitando a correta compreensão dos fatos pelo público, uma vez que o jornalista teve acesso a nossas provas e entrevista concedida. Ainda que por equívoco de informação, contra a honra, a intimidade, a reputação, o conceito, o nome, a marca ou a imagem de pessoa física ou jurídica identificada ou passível de identificação, cabe o direito de resposta.

Conforme o próprio jornalista Sr. Alcino Francisco me falou em algumas partes de nossas comunicações e entrevista, Sr. Alcino afirma ser um “contador de história e que sua função e descobrir e relatar historias, exerço o jornalismo não o direito”. Além disso, a reportagem buscou supervalorizar e conferir artificialmente credibilidade a algumas pessoas que se dizem vítimas tendo a reportagem uma sentença condenatória proferida sem prova da culpa e desprezando a prova da inocência que foi apresentada por Carlos A. Geremia por diversas fases. 

Pedir comprovante de residência no Brasil, número de CPF e passaporte são determinação e normas das Finanças em Portugal para poder solicitar o NIF. Explicado na presença do cliente por um funcionário das Finanças na repartição em Portugal.

Dizer que estamos prometendo SEF, passaporte, biometria em 30 dias não passa de fantasia e ou má fé de alguns que agora querem se justificar ou se vitimar. Em todos os casos desta reportagem já temos provas solidas e incontestável das mentiras e algumas ameaças. Todos atos entre nossos clientes, estes legítimos e legais na Inglaterra e Portugal cabendo o direito de reclamação, revisão de contratos porem e jamais o caminho da Calunia, difamação e injuria e ameaças veladas. Algumas pessoas já identificadas pelas autoridades serão processadas tanto na Inglaterra como em Portugal sendo que algumas já são parte em ação crime por ameaças, calunias, difamações e injuria já provadas contra a pessoa de Carlos A. Geremia. 

Looking forward to hearing from you.

Kind regards,

Carlos A. Geremia

International Consultant /London/Portugal/Italy/South America.

Nota da Redacção

O Direito de Resposta é um Direito que assiste a qualquer pessoa que seja objecto de notícia. No cumprimento da Lei e da Deontologia do jornalismo, publicamos aquilo que o nosso visado chama o seu Direito de Resposta.

No texto recebido, lamentavelmente não encontramos qualquer desmentido das histórias das alegadas vítimas que publicamos.

Ao contrário. Este texto refere “aspectos contraditórios e incongruentes” não identificando porém onde se encontram esses aspectos contraditórios e incongruentes.

Carlos Alberto Geremia, não desmente qualquer parte da matéria publicada falando de “a reportagem buscou supervalorizar e conferir artificialmente credibilidade a algumas pessoas que se dizem vítimas”. A reportagem na verdade, fundamentou-se num conjunto de centenas de documentos, gravações de voz, imagens e depoimentos pelo que também aqui não encontramos qualquer artificialidade e ao contrário do que é afirmado, o autor do Direito de Resposta nunca apresentou qualquer prova que pudesse contradizer o volume de provas que temos em nosso poder.

Publicamos assim um Direito de Resposta que na verdade não responde a qualquer das matérias publicadas no artigo.

O artigo pode ser lido aqui.

Palop News

Redacção

 

Comentários  

 
0 #2 Redacção 24-01-2018 11:23
Em nome da Redacção do Palop News, entendemos que foi publicada toda a informação que foi enviada por Carlos Alberto Geremia. Foi assim concedido todo o espaço requisitado pelo Direito de Resposta. Por outro lado, este Direito de Resposta não desmentiu um único facto da matéria publicada confirmando a verdade vertida no artigo.
Alcino G. Francisco
Citar
 
 
0 #1 Carlos A Geremia 23-01-2018 21:09
Agradecemos o direito de resposta que tomamos conhecimento através do jornalista Alcino Francisco. Mesmo que a reportagem já publicada não nos deu um espaço proporcional e na matéria publicada não se vê a maioria de fatos que foram declarados e gravados com nosso consentimento.

- Também sim, já temos parecer legal do ministério público de Portugal onde confirma as ofensas e ameaças de algumas pessoas e entre estas, algumas citadas na reportagem. Finanças e SEF confirmam também que todos os atos foram constituídos conforme normas e leis deste país.
Todos atos entre nossos clientes, estes legítimos e legais na Inglaterra e Portugal cabendo o direito de reclamação, revisão de contratos porem e jamais o caminho da Calunia, difamação e injuria e ameaças veladas. Algumas pessoas já identificadas pelas autoridades serão processadas tanto na Inglaterra como em Portugal.
Citar
 

Comentar


Código de segurança
Actualizar


Page Peel Banner

Tradutor

Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária

JoomCategories for JoomGallery