Palop News, Noticias em Portugues no Reino Unido

  • Aumentar fonte
  • Tamanho normal
  • Diminuir fonte
Home Notícias gerais Notícias gerais A Turquia usa armas da Alemanha contra os curdos na Síria

A Turquia usa armas da Alemanha contra os curdos na Síria

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
Curdos – Um Povo silenciado sem Direito à própria Terra

Um escândalo para a Alemanha e para a Nato! O governo turco não respeita países aliados nem amigos! Agora que os curdos foram decisivos na luta contra o terrorismo do IS, Erdogan organizou uma ofensiva contra os curdos e invadiu o território deles no país vizinho; isto com o intuito de enfraquecer a região curda da Turquia.

No contexto da cooperação militar entre parceiros da NATO a Alemanha, segundo o Jornal HNA, entre 1982 e 1984, vendeu à Turquia 71 tanques de guerra (Leopardo I), no quadro do apoio à defesa da NATO. De 1990 a 1993 vendeu-lhe mais 320. O uso dos tanques estava condicionado à defesa. Entre 2006 e 2011 a Alemanha forneceu mais 350 do tipo moderno Leopardo 2A4, que agora são empregues para invadir território curdo na Síria.

O povo curdo continua a ser injustiçado e perseguido com a conivência da Europa. Até quando o povo curdo terá de esperar por ver reconhecida, internacionalmente, a sua região como Estado independente, o Estado Curdistão?  Os curdos não podem contar com o apoio da Alemanha dado os seus interesses se identificarem com os milhões de turcos que vivem na Alemanha e cujo nacionalismo se impõe a direitos de povos como o curdo!

A Turquia conseguiu, também agora, um acordo de entrega de armas sofisticadas francesas em troca da entrega de um jornalista francês arbitrariamente preso na Turquia.

Depois dos Curdos terem contribuído em grande medida para a vitória da Aliança contra o IS no Iraque e na Síria, onde desempenharam grande papel como tropas de combate em terra, vêem-se atraiçoados. A Turquia aproveita-se e invade território vizinho para impedir a aliança dos curdos das regiões vizinhas na formação de um Estado Curdistão.

O povo curdo tem sido sempre vítima dos interesses internacionais. Já, aquando da formação do Estado turco apoiaram Ataturk na esperança de lhes ser reconhecida a independência na sua região e agora que deram o corpo ao manifesto contra o terrorismo, vêem-se abandonados por uma Europa gananciosa empenhada apenas nos jogos de interesses entre os poderosos.

O povo curdo continua a ser injustiçado e perseguido com a conivência da Europa e sem direito à autonomia na sua região. O Curdistão foi vítima de muitas invasões tendo sido repartido por povos invasores que hoje defendem as suas fatias territoriais; os mesmos dizem-se serem amigos de palestinos e de Israel!... Hipocrisia das hipocrisias, tudo é hipocrisia, tal como se constata na sabedoria bíblica que diz: “Vaidade das vaidades, tudo é vaidade”!

Por: António da Cunha Duarte Justo

Data: 25 janeiro 2018

Apoio: MA Autos Repairs

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

Faixa publicitária

Page Peel Banner

Tradutor

Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária

JoomCategories for JoomGallery